O suplente do senador Rogério Marinho, o empresário Flávio Azevedo assume o mandato na próxima semana.

Ele vai ocupar a vaga durante licença de Marinho do mandato.

A solenidade acontece na próxima quarta-feira (19) a partir das 16h.

Flávio Azevedo é engenheiro civil e, dentre outros cargos que assumiu, foi diretor, secretário e, posteriormente, presidente da Federação das Indústrias, vice-presidente da CNI, representante da Fiern na Associação Brasileira de Energia Eólica (ABBeólica), presidente do Conselho Superior do Centro de Tecnologias do Gás e Energias Renováveis (CTGAS-ER), representante da CNI no Conselho Deliberativo da Sudene, e diretor-presidente da Companhia de Águas e Esgotos do RN (Caern).

Além disso, foi engenheiro chefe no RN do Departamento Nacional de Estradas de Rodagem (DNER), professor de mecânica de Solos da Escola Técnica Federal do RN e professor de matemática financeira da Escola Técnica Visconde Cayrú, em Natal.

 

Na corrida pelo Prêmio Innovare, que destaca práticas inovadoras que impulsionam a justiça no Brasil, o Centro de Referência Especializado de Assistência Social (CREAS) de Ouro Branco se destaca com um projeto inovador. Sob a autoria da Dra. Marliany Pinheiro, Procuradora Adjunta do Município, o projeto “O Potencial das Equipes CREAS na Mediação de Acordos em Direito de Família: Acesso à Justiça pela População em Vulnerabilidade Social” vem se destacando pela sua abordagem eficaz e humanizada.

Uma das principais características que diferenciam o atendimento é a multidisciplinaridade na mediação de acordos, posteriormente enviados para homologação judicial, resultando na resolução de inúmeros casos na área do Direito de Família.  A Dra. Marliany Pinheiro, juntamente com a Psicóloga Hebe Coutinho e a Assistente Social Enilde Leite, coautoras do projeto, estão conduzindo um trabalho excepcional que tem impactado positivamente a comunidade.

Este projeto está concorrendo com outros 58 selecionados de todo o país para concorrer ao Prêmio Innovare, uma iniciativa que reconhece e promove práticas que aprimoram a justiça no Brasil. A participação na premiação envolve uma análise rigorosa por uma comissão julgadora composta por ministros do STF, STJ, TST, desembargadores, promotores, juízes, defensores, advogados e outros profissionais renomados comprometidos com o desenvolvimento do sistema judiciário.

Atualmente, o projeto encontra-se na fase 04, que consiste na visita dos consultores. Nesta sexta-feira (14), a equipe teve a honra de receber a visita de Reginaldo Medeiros Gomes, Consultor Innovare para o Rio Grande do Norte. A visita foi uma oportunidade para apresentar de perto os resultados alcançados e compartilhar percepções sobre a prática inovadora desenvolvida pelo CREAS de Ouro Branco.

Ainda sobre a visita, Dr. Reginaldo Medeiros frisou que ela representa o reconhecimento da prática do CREAS de Ouro Branco por parte do STF e a possibilidade de replica-la.

As consequências negativas das mudanças climáticas sobre a saúde das pessoas, o meio ambiente e até o patrimônio histórico cultural foram o principal assunto do segundo dia do seminário “Mudanças Climáticas no Semiárido e no Litoral: impactos e perspectivas para o RN”. O evento, realizado pelo Ministério Público do Rio Grande do Norte (MPRN) começou nesta quinta-feira (13) e se encerra nesta sexta-feira (14), no auditório da Procuradoria-Geral de Justiça (PGJ), em Candelária. O seminário ainda contou com transmissão ao vivo pelo Canal do YouTube do MPRN.

O segundo dia da programação começou com uma palestra sobre as “Mudanças climáticas no RN à luz do 6º Relatório Síntese do IPCC”, com a professora Judith Johanna Hozelmann. A professora reforçou a perspectiva de que as atividades humanas são responsáveis pelo aquecimento global apresentando gráficos com diferentes cenários de emissão e como eles estruturam esse fenômeno. O cenário apresentado, mostrou ainda os impactos na saúde e bem-estar, como o aumento da incidência de problemas cardiovasculares e doenças respiratórias, e os impactos sociais, como a migração forçada e a desigualdade.

Diante dos dados, a professora reforçou a importância de que cada município forneça informações sobre as áreas mais vulneráveis às mudanças climáticas em seus territórios. “Para a elaboração efetiva desse plano, é crucial a participação dos estados e municípios em todos os níveis para garantir a eficácia de atuação”, destacou.

Em seguida, o professor Manoel Cirício Pereira Neto, da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), apresentou a primeira fala dentro do Painel: Mudanças climáticas, semiárido e desertificação. O especialista abordou “A problemática da desertificação no semiárido potiguar e o contexto ambiental do Núcleo Seridó”, discutindo a execução e a degradação ambiental no Rio Grande do Norte, informando que 12% do território potiguar já está degradado, com a região Seridó e o centro do Estado como as áreas mais afetadas. “Há uma tendência de avanço da degradação em várias regiões do estado e a diminuição das superfícies de água, particularmente no Seridó”, contou.

O painelista ainda apontou para a problemática causada pela instalação de energias eólicas em áreas que preservam a vegetação e a biodiversidade, destacando regiões como Serra de Acari, Carnaúba do Dantas, Cerro Corá e Serra da Formiga. “Já há uma redução de 4,65% da área florestal no último século, segundo dados do Mapiomas. É preocupante essa questão”, enfatizou.

Na sequência, houve a palestra “Restauração de áreas de ocorrência da desertificação na Caatinga com a participação da sociedade”, com o professor Josimar Araújo de Medeiros, também acadêmico da UFRN. O professor apresentou vários projetos e estudos realizados ao longo de 38 anos de carreira e destacou a importância da educação para combater a desertificação e recuperar áreas degradadas como plantio da faveleira e da aloe vera.

No Painel “Políticas públicas de combate à desertificação”, o representante do ICMBio, Rafael Camilo Laia, ministrou a palestra sobre as unidades de conservação e mudanças climáticas. O especialista explicou que as unidades de conservação são instrumentos interessantes para ajudar a mitigar os impactos climáticos através do sequestro de carbono, do estoque de carbono no solo e da redução de riscos associados à crise climática.

No RN, atualmente há 28 unidades de conservação, sendo cinco de gestão federal, 11 estaduais, três municipais e nove particulares (conhecidas como Reservas Particulares do Patrimônio Cultural/RPPMs). Recentemente, o Governo do Rio Grande do Norte criou a primeira RPPM, a Chácara do Madeiro, uma área protegida.

No mesmo painel, o representante da Semarh e do Comeas, Robson Henrique Pinto da Silva, falou sobre a Desertificação: contexto estadual, políticas públicas e ações. Segundo ele, o trabalho do governo tem se concentrado em áreas que necessitam de recuperação e reposição. As áreas prioritárias para conservação e restauração são identificadas em um mapa, juntamente com as áreas de degradação. Entre as ações previstas, estão consultorias e capacitações, inclusive capacitação das Organizações Sociais (OS) para linhas de fomento a projetos e execução de atividades; capacitação e implementação de Sistemas Agroflorestais e de gestores do âmbito municipal. E ainda Programa de Monitoramento das Áreas Suscetíveis à Desertificação (ASD), por exemplo.

Por fim, “A atuação da Procuradoria-Geral do Estado na elaboração das políticas públicas ambientais e no licenciamento ambiental”, foi o último painel do seminário, ministrado pela procuradora do Estado do RN, Marjorie Madruga Alves Pinheiro. “Sobre as energias renováveis, como eólica e solar, temos um cenário de absoluta injustiça social ambiental e climática. Há uma tragédia silenciosa que ocorre não apenas com a omissão do Poder Público, mas com a sua conivência”, afirmou, mostrando dados que o RN foi um dos estados que mais desmatou no país para a implantação de parques de energias renováveis. Em sua fala, a procuradora citou os danos à saúde auditiva, reprodutiva, visual e mental das pessoas que moram próximas aos parques eólicos.

A cidade de Jardim do Seridó se prepara para um dos eventos mais tradicionais e aguardados do ano de 2024 a 2°edição da Cavalgada do Sagrado Coração de Jesus. Este evento, que celebra a devoção e a cultura sertaneja, promete reunir cavaleiros, amazonas e a comunidade local em uma grande demonstração de fé e tradição.

A cavalgada, que já se tornou uma tradição no calendário de Jardim do Seridó, é muito mais que um simples desfile de cavalos. Ela simboliza a união da comunidade em torno de suas raízes culturais e religiosas. A participação é aberta a todos, desde experientes cavaleiros até iniciantes, criando um ambiente inclusivo e festivo.

O trajeto percorrerá as principais ruas da cidade, passando por pontos históricos e religiosos, e culminará em uma celebração especial. Durante o percurso, os participantes poderão desfrutar da paisagem local e compartilhar momentos de confraternização.

Além da cavalgada, o evento contará com uma programação variada, incluindo missas, bênçãos dos animais e apresentações culturais. Estas atividades visam não apenas homenagear o Sagrado Coração de Jesus, mas também promover a cultura e a tradição do sertão, valorizando a história e os costumes da região.

A organização da cavalgada é do grupo “Olampo de Medeiros“, que tem a frente o senhor Glauber que tem se empenhado para garantir a segurança e o bem-estar de todos os participantes. Medidas de segurança serão adotadas, e orientações serão fornecidas para assegurar uma experiência tranquila e agradável.

A Cavalgada do Sagrado Coração de Jesus é uma oportunidade única para vivenciar a cultura sertaneja em sua essência, reforçar laços comunitários e expressar a fé. Todos são convidados a participar e celebrar juntos este momento especial.

Prepare seu cavalo, reúna seus amigos e familiares e venha fazer parte desta festa de devoção e tradição em Jardim do Seridó. A cavalgada promete ser um evento inesquecível, marcado pela alegria, fé e camaradagem.

O Ministério Público do Rio Grande do Norte (MPRN) emitiu novas recomendações para prefeitos e vereadores de 17 municípios das regiões do Alto Oeste, Oeste, Central e Seridó potiguar alertando para a necessidade de cumprimento da Lei n.9.504/97, conhecida como Lei das Eleições. As recomendações foram publicadas no Diário Oficial do Estado destas terça e quarta-feiras (11 e 12).

As recomendações foram emitidas pelas promotorias eleitorais que cobrem os Municípios de Afonso Bezerra, Angicos, Bodó, Cerro Corá, Coronel João Pessoa, Currais Novos, Doutor Severiano, Fernando Pedroza, Francisco Dantas, Governador Dix-Sept Rosado, Lagoa Nova, Pau dos Ferros, São Francisco do Oeste, São Miguel, Tibau, Upanema e Venha Ver.

Em anos eleitorais, gestores públicos não devem fazer ou permitir uso promocional em favor de candidato, partido político ou coligação, de distribuição gratuita de bens e serviços de caráter social custeados ou subvencionados pelo Poder Público. Assim, eles não podem contemplar bens e serviços de cunho assistencialista diretamente à população; oferecer gratuidade sem contrapartidas; e ainda custear eventos de caráter promocional em benefício de candidatos ou legendas.

Outro ponto levantado nos documentos é sobre a participação de candidatos em eventos de lançamento e distribuição de bens pelo Poder Público, podendo ser caracterizado como uso promocional previsto na Lei Eleitoral. Também fica proibido a realização de distribuição gratuita de bens, valores ou benefícios, exceto nos casos de calamidade pública, de estado de emergência ou de programas sociais autorizados em lei e já em execução orçamentária no exercício anterior. Bens móveis ou imóveis pertencentes à administração direta ou indireta da União, dos Estados, do Distrito Federal, dos Territórios e dos Municípios, não devem ser cedidos ou usados, em benefício de candidato, partido político ou coligação, resguardando a realização de convenção partidária.

Em caso de descumprimento do que foi recomendado, penalidades poderão ser requeridas e aplicadas, podendo resultar na aplicação de multa, além da cassação do registro ou diploma da candidatura beneficiada.

Após uma temporada recém-finalizada na Pinacoteca Potiguar, a poética e sensível exposição “Bordados do Seridó – Arte da Mulher Potiguar”, conduzida pelo fotógrafo potiguar Andrey Salvador, chega ao Partage Norte Shopping. O evento inaugural está marcado para o dia 14 de junho, esta sexta-feira, às 18h, com a presença musical de João Batista. O projeto foi contemplado pela Lei Paulo Gustavo de Apoio às Áreas Culturais Nº 025/2023.

“É de grande importância para nós contribuir de forma artística com os bairros da Zona Norte, esperando que mais pessoas tenham acesso à riqueza cultural e artesanal do nosso Estado”, afirmou Andrey Salvador.

A exposição, composta por 20 fotografias, é mais que uma celebração visual; é um mergulho nas tradições do Seridó. Algumas das imagens foram adornadas com bordados de linha pela artista Lucimara Alves, adicionando um toque único e delicado a cada fotografia.

Com acesso gratuito, a exposição estará em cartaz no Partage Norte Shopping, no segundo piso, com horários de visitação de segunda à sábado de 10h às 22h e domingo e feriado de 15h às 22h.

Explorando a Tradição do Seridó

Cada obra, meticulosamente capturada por Andrey Salvador, não apenas destaca a beleza do bordado, mas também revela a história emocional por trás dessa arte transmitida de geração em geração pelas mulheres potiguares.

O Seridó do Rio Grande do Norte tem sido um epicentro de talento e tradição no universo do bordado, uma prática que ganha crescente reconhecimento. Com o intuito de destacar e valorizar o trabalho dessas mulheres, nasceu o projeto “Bordados do Seridó – A Arte da Mulher Potiguar”, que através de uma exposição, não apenas registra, mas celebra artisticamente o artesanato e as habilidades criativas da região.

Policiais civis da Delegacia Especializada no Atendimento à Mulher de Caicó (DEAM/Caicó), com apoio da 51ª Delegacia de Jucurutu (51ªDP), prenderam em flagrante, no final da tarde de terça-feira (11), um homem, de 60 anos, por posse ilegal de arma de fogo. A ação aconteceu no município de Jucurutu, região do Seridó.

Durante uma diligência realizada na residência do suspeito, que é investigado por violência doméstica, os policiais localizaram e apreenderam uma arma do tipo Carabina calibre. 44 Winchesters, acompanhada por três munições intactas. O suspeito foi imediatamente conduzido para à Delegacia de Jucurutu, onde foi formalmente autuado em flagrante.

Após a determinação de fiança, o indivíduo efetuou o recolhimento e foi liberado. O procedimento legal prosseguirá, com o encaminhamento do caso para o Poder Judiciário. A Polícia Civil solicita que a população continue enviando informações, de forma anônima, por meio do Disque Denúncia 181.

O PSDB do Rio Grande do Norte alerta que entrou em reta final as inscrições online, para o maior evento de capacitação de pré-candidatos, assessores e equipes, promovido pelo PSDB Nacional e pelo Instituto Teotônio Vilela (ITV). As inscrições estão sendo finalizadas através do link: seminario.itv.org.br O evento será realizado na próxima semana, nos dias 17, 18 e 19 de junho. O seminário será virtual, transmitido pelo Youtube, e está previsto para 18h30 às 20h30, aproximadamente.

Professor Marcelo Vitorino, especialista em marketing político e eleitoral inicia no primeiro dia, conversando sobre “Estratégias e planejamento de campanha eleitoral”. No marketing político, Marcelo Vitorino se destacou em campanhas eleitorais em todo Brasil, de vereança à presidência, entre elas as de Gilberto Kassab 2008 (SP), José Serra 2010 (BR), Raimundo Colombo 2010 (SC), Camilo Santana 2014 (CE), Marcelo Crivella 2016 (RJ), Geraldo Alckmin 2018 (BR), Mauro Mendes 2022 (MT), entre outras.

Pelo WhatsApp, o PSDB RN mobiliza os tucanos nos 133 municípios, com intuito de participar do “Seminário Preparatório para Eleições Municipais: Venha vencer com o PSDB!”. Será uma oportunidade de aprender diretamente com os líderes políticos e com especialistas em estratégias, redes sociais e legislação eleitoral. Além dos filiados, aliados e equipes também podem se inscreverem gratuitamente.

Termina nesta sexta-feira (14) o prazo para inscrições no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). Os interessados devem acessar a Página do Participante e utilizar o cadastro na conta gov.br. A taxa de inscrição (R$ 85) deve ser paga até 19 de junho, e as provas serão aplicadas nos dias 3 e 10 de novembro, em todas as unidades federativas.

As solicitações de atendimento especializado e tratamento por nome social também vão até 14 de junho. Quem está concluindo o ensino médio em escola pública não paga taxa de inscrição.

O Ministério da Educação (MEC) pede aos candidatos que fiquem atentos ao cronograma. Ele foi alterado de forma a garantir a participação dos estudantes do Rio Grande do Sul, prejudicados pelas enchentes.

Balanço divulgado recentemente pelo MEC mostrou que praticamente 100% dos concluintes do ensino médio da rede pública estão inscritos no Enem em diversos estados. É o caso de Alagoas, do Amapá, da Bahia, do Ceará, Distrito Federal, Espírito Santo, de Goiás, do  Pará, da Paraíba, de Pernambuco, do Piauí, Rio Grande do Norte e de Sergipe.

A Polícia Rodoviária Federal prendeu, nesta terça-feira (11), nas cidades de Mossoró, São Fernando/RN e Parelhas/RN, três pessoas e recuperou quatro veículos.

No período da manhã, no km 48 da BR 110, em Mossoró/RN, foi dada ordem de parada a um veículo Compass, de cor prata, conduzido por um homem de 43 anos. O automóvel havia sido roubado no mês de maio de 2023 em Caicó/RN e circulava com placas de outro veículo semelhante. O condutor foi preso e a ocorrência encaminhada à Delegacia Especializada de Defesa da Propriedade de Veículos e Cargas (DEPROV), na cidade de Mossoró/RN.

Durante fiscalização no km 113 da BR 427, em São Fernando/RN, ocorreu a prisão de um homem de 43 anos, que circulava com um automóvel Hilux adulterado. O condutor foi preso pelo crime de adulteração veicular e encaminhado à Delegacia de Polícia Civil, em Jardim de Piranhas/RN. O veículo foi encaminhado à Delegacia de Polícia Civil, em Caicó/RN para perícia.

Na cidade de Parelhas/RN, uma mulher de 30 anos foi presa conduzindo uma motocicleta CG 125, de cor preta,  com os sinais de identificação adulterados. Na abordagem, a mulher apresentou um documento falso e foi encaminhada à Delegacia de Polícia Civil, em Caicó/RN, pelos crimes de adulteração veicular e uso de documento falso.

No período da noite, ainda em Parelhas/RN, foi recuperada uma motocicleta Pop 110i com sinais de adulteração. O veículo de Santa Rita/PB, foi encontrado sem o condutor, em via pública. A ocorrência foi encaminhada à Delegacia de Polícia Civil, na cidade de Caicó/RN.

junho 2024
D S T Q Q S S
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
30  
junho 2024
D S T Q Q S S
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
30  

MAIS LIDAS